La solidaridad con Gaza continúa

Estándar

Parece una intifada mundial. (Lina Meruane)

Por Tali Feld Gleiser.

A indignação mundial não cessa diante do massacre em Gaza. A Cisjordânia Ocupada também se levanta em solidariedade com seus conterrâneos, embora isso não apareça na mídia. Só no dia de hoje, última sexta-feira do Ramadã, houve três mortos na cidade de Beit Ommar, onde estive até faz poucos dias. O Exército de Ocupação de Israel assassinou a Hashem Khader Abu Maria, de 47 anos, Abdulhamid Braigeeth, de 33, e Sultan Shuqdam, de 30, enquanto participavam numa manifestação pacífica em solidariedade a Gaza. Mais três palestinos foram assassinados por soldados ou colonos de Israel na Cisjordânia no dia de hoje.

Até o fechamento dessa matéria, 837 palestinos tinham sido assassinados, e 5410, feridos.

…………………………………………………….

A semana no País Basco teve muita atividade. Começamos na segunda-feira com uma entrevista para o jornal local de Azkoitia, Hitza (Palavra).

http://urolakosta.hitza.info/2014/07/25/tali-feld-gleiser-genozidio-planifikatua-da-israel-palestinan-egiten-ari-dena/

Na terça-feira, viajamos até a cidade de Zumárraga para dar outra entrevista, uma palestra e para finalizar, participar numa manifestação.

Entrevista com a jornalista Miriam. Foto: Antzine Biain.

Entrevista com a jornalista Miriam. Foto: Antzine Biain.

Palestra: A vida cotidiana na Palestina. Uma judia na Cisjordânia.

Antzine Biain, do Comitê de Solidariedade com a Palestina, apresenta a Tali Feld Gleiser. Foto: Patxi Biain.

Foto: Patxi Biain.

Antzine Biain, do Comitê de Solidariedade com a Palestina, apresenta a palestra. 

charla 3

Foto: Patxi Biain.

Primeira vez desde que se fundou a Casa da Cultura que tinha tanta gente. 

Depois houve uma manifestação muito original, com a maior mostra de respeito que o povo basco pode dar: a dança do Aurresku. O barulho de helicópteros, bombas e sirenes acompanhou o início, uma forma de chamar a atenção das pessoas que não sabiam o que estava acontecendo na praça.

Quarta-feira

O povo da cidade de Donosti-San Sebastián volta para as ruas, com uma manifestação maior do que na semana anterior que percorreu várias ruas da cidade. Uma das principais campanhas na Europa é pelo boicote aos produtos israelenses, número 729 no código de barras. O movimento BDS começou em 2005 por uma iniciativa de organizações palestinas que pediram o boicote até que o Estado de Israel cumpra as resoluções da ONU e pare de violar os Direitos Humanos. O BDS se divide em três instâncias: o boicote (cultural, acadêmico e comercial), o desinvestimento (para empresas que têm negócios com Israel, e o capítulo Sanções.

Donosti-San Sebastián. Foto: Tali Feld Gleiser.

Donosti-San Sebastián. Foto: Tali Feld Gleiser.

donosti 3

Foto: Tali Feld Gleiser.

A semana de manifestações de Desacato.info e Losotrosjudios.com finalizou, na quinta-feira, na cidade de Azkoitia, que tem muitos imigrantes muçulmanos. Tive a oportunidade de falar para fechar a concentração. Mais uma vez ficou demonstrado que o problema das pessoas não é com as pessoas de origem judaica, mas com os sionistas que são os que ocupam a terra palestina. Foi muito emocionante o agradecimento que me deram quando terminei de falar.

azK 4

azK 1

azkoitia 2

Fotos: Tali Feld Gleiser.

azK 2

Foto: Koldo Campos Sagaseta.

Não esqueçamos que o bombardeio a Gaza, um dia vai parar. Mas a luta pela independência palestina continua! Tod@s podemos fazer algo!

Para mais informação, acompanhe @losotrosjudios.

Anuncios

Los comentarios están cerrados.